Fios verticais se entrelaçam com fios horizontais. As teias cruzam com a trama. Nasce um tecido.

Esse é o ato de tecer. Simples. Milenar. Pura arte.

Inegavelmente, a tecelagem é capaz de produzir verdadeiras obras de arte. Certamente, infinitas possibilidades com cores, texturas e padrões extraordinários. Como resultado, diversas utilidades e aplicações, como na decoração e na moda.

Seja com o uso de equipamentos modernos ou de maneira artesanal, o trabalho no tear é fascinante e até – por que não – mágico.  

Por isso, essa técnica fantástica merece a sua atenção. Agora, conheça mais sobre a arte de tear neste post e inspire-se com as peças decorativas lindas que separamos para você.       

Tecelagem – arte milenar

Dizem que o entrelaçar existe desde que o mundo é mundo. Estudos apontam que a técnica é a mais antiga – até mesmo anterior à invenção da roda – e a mais universal da história da humanidade, pois há registros em todas as culturas, sociedades e grupos do mundo. 

A tecelagem surgiu a fim de fabricar vestimentas. Algodão, linho, lã e até seda foram os primeiros materiais utilizados em diversas partes do mundo.

Inicialmente, a arte era totalmente manual, com a criação gradual de instrumentos rudimentares. Com a revolução industrial, surgiram os equipamentos de tear – hoje, cada vez mais modernos – para a produção em grandes quantidades. 

Como funciona o tear

Só para você saber, a arte de tear funciona assim: os fios verticais (as teias ou urdidura) cruzam com os fios horizontais (a trama), que são transportados pela lançadeira (o navete) em um movimento harmonioso de “abaixa e levanta” os fios, entrelaçando-os. Como resultado: uma trama muito resistente, que pode gerar diversas peças e objetos como tapetes, redes, mantas, roupas etc.

Esse trabalho pode ser feito em diversos tipos de teares. Em seguida, veja alguns dos mais comuns:

Tear manual – madeira

Normalmente, o tear manual é feito em madeira. Em princípio, exige força e trabalho integral do tecelão, já que ele precisa acionar os pedais do equipamento de forma constante para fabricar o tecido.

Como o processo é mais lento, a quantidade de produção das peças é menor, o que as torna mais exclusivas. Por isso, é considerado arte, com mais valor agregado. 

Tear de pregos

Popular, o tear de pregos é fácil de encontrar e o mais recomendado para quem deseja iniciar na arte de tear. Atualmente, existem em várias formas, com pregos em todos os lados, todas muito simples de serem usados.

Para tapeçaria, o mais comum são os retangulares, com pregos na frente e no verso.

Já para produzir peças em tricô, como roupas, os mais tradicionais são os modelos com duas fileiras paralelas de pregos e os circulares.

Com criatividade, dá para trabalhar diversos materiais nesse equipamento com a certeza de peças muito valorizadas no mercado.

Tear reciclado – papelão

Aliás, você pode fazer um tear na sua própria casa com papelão. Logicamente ficará uma versão bem mais simples do tear de pregos, mas é possível fazer peças lindas. Então, está interessado? Veja aqui como fazer.

Tear elétrico

No tear elétrico, não é necessário acionar o pedal manualmente para bater o pente. Aqui, a batida é automática. Mas, a máquina precisa de supervisão constante, pois não para quando ocorrem erros, por exemplo.

Todavia, a produção neste equipamento é mais rápida, com a fabricação de grandes quantidades de peças, e padronizada.

Arte de tear na decoração

As peças produzidas no tear dão um toque artesanal para a sua casa. De tapetes às redes, todos os ambientes podem ganhar um objeto especial e único (ainda mais se for feito manualmente).

Quer ver? Olha só:

Tapete para a sala.
Jogo de passadeira para a cozinha.
A manta dá nova cara para o sofá.
As capas de almofada são lindas para o quarto ou para a sala. Foto: Anthropologie.
Várias peças decorativas feitas de tear. Foto: TV Bahia.
A rede, ao lado do tapete, é uma das peças mais tradicionais feitas de tear.
Jogo americano vermelho traz cor para os momentos da refeição.
Cortina para sala ou quarto. Foto:Viatapetes.
As colchas de crochê feitas no tear podem ser coloridas e dar vida ao ambiente.
O souplat de crochê colorido também é uma bela aposta para alegrar o ambiente.
O cobre leito deu um charme especial ao quarto.
Caminho de mesa feito de tear. Foto: Teares Nordeste.
Aposte na cesta decorativa para a sua cozinha.
Dá para investir em muita cor com produtos feitos no tear, como essas toalhas de banho. Foto: Caviquioli.
As toalhas de rosto também podem ser especiais e ajudar na decoração do banheiro. Foto: Chevron.
Em alta, os torções formam travesseiros e almofadas super macias.

Conclusão

A arte de tear é milenar e considerada um verdadeiro trabalho artístico com alto valor agregado, com suas infinitas possibilidades de mistura de fios, cores, texturas e padrões. Mesmo com o tear elétrico e sua alta capacidade de produção, certamente nada tira o charme das tramas manuais.

Muito mais que arte e artesanato, o tear é considerado uma verdadeira terapia para os tecelões, profissionais ou amadores, pois incentiva a criatividade e os talentos manuais.